4º dia do Capítulo Provincial em Agudos, SP

Compartilhe:

Paz e Bem!

Agudos (SP) – O Capítulo Provincial, que está em andamento no Seminário Santo Antônio, em Agudos (SP), também é eletivo. Ele vai definir o Ministro Provincial e o Vigário Provincial para o próximo sexênio (2019-2024). Também irá eleger os seis novos Definidores para o triênio de 2019-2021.

A eleição do Ministro Provincial está marcada para este sábado, dia 17 de novembro, às 11 horas. Já a eleição dos Definidores e Vigário Provincial será realizada na segunda-feira, 19 de novembro, a partir das 14h30. O Ministro Provincial será empossado na Missa das 9 horas deste domingo (18/11). Os novos Definidores e o Vigário serão empossados na Missa de encerramento do Capítulo, no dia 21 de novembro, às 11 horas.

Da esq. para dir: Frei Paulo, Frei João, Frei Mário, Frei Gustavo e Frei César.

COMO SERÁ A VOTAÇÃO

A eleição do Ministro Provincial, na verdade, começou no meio do ano, quando começaram as sondagens de possíveis candidatos junto à Fraternidade Provincial em dois escrutínios. A partir deste processo, os nomes dos frades mais votados foram enviados para a Cúria Geral, em Roma, que homologou cinco nomes para a escolha dos frades capitulares neste sábado. São eles, em ordem alfabética: Frei César Külkamp, Frei Gustavo Medella, Frei João Mannes, Frei Mario Tagliari e Frei Paulo Pereira.

Será eleito para o serviço de Ministro Provincial o candidato que, em primeiro ou segundo escrutínio, obtiver maioria absoluta (mais do que a metade dos votos). Em terceiro escrutínio, aquele que obtiver maioria simples. Em caso de empate, será eleito o mais antigo em profissão solene e, coincidindo o tempo de votos solenes, o escolhido será o de precedência de idade.

PRÉVIAS

Já a indicação do Vigário Provincial e dos Definidores teve uma primeira sondagem de opinião no meio do ano, feita pela Secretaria Provincial. Neste sábado serão feitas novas prévias depois da eleição do Ministro Provincial.

4º DIA DO CAPÍTULO

Nesta sexta-feira, 16 de novembro, os frades Capitulares começaram o dia na bela Capela do Seminário Santo Antônio com a Celebração Eucarística, presidida pelo pároco de Pato Branco, Frei Olivo Marafon, e concelebrada por Frei José Antônio dos Santos, presidente da Fundação Imaculada Mãe de Deus de Angola, e Frei José Francisco de Cássia dos Santos, coordenador do Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras). Logo depois da Missa, uma parada para a foto oficial.

Os trabalhos da manhã se concentraram nos grupos, onde os capitulares tiveram como missão apontar, a partir da carta do Ministro Geral, do relatório do Visitador Geral e do relatório do Ministro Provincial, de três a cinco desafios mais urgentes a serem concretizados no próximo sexênio. Os capitulares também apontaram propostas para definirem de quem é a competência no encaminhamento desses desafios.

À tarde, os frades retornaram à Sala Capitular, onde em plenário, partilharam os desafios destacados pelos grupos. Além disso, o secretário da Comissão Preparatória fez a apresentação de outro documento, o “Instrumento do Trabalho”. Esse documento é fruto da grande preparação pré-capitular, das reflexões advindas das bases da Província, em todas as instâncias da vida fraterna, seja no âmbito pessoal, nas Fraternidades e nos Regionais. Foram feitas ainda consultas aos leigos envolvidos nas atividades das cinco Frentes de Evangelização da Província e ainda aos jovens. As respostas dessas consultas foram condensadas neste Instrumento de Trabalho do Capítulo Provincial. O documento está ainda organizado em três partes, seguindo a dinâmica do VER, JULGAR e AGIR. Nesse dia, os capitulares foram convidados a apreciarem a parte do VER e nas discussões elencarem desafios que, porventura, ainda não tivessem sido apresentadas nas discussões anteriores. À noite, a partir das 20h30, em novo plenário haveria a partilha dessas reflexões.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

X