“Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito!”

Compartilhe:

“Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito!” (Mateus 5,38-48)

Paz e Bem!

O Evangelho deste 7º Domingo do Tempo Comum é a continuidade do Sermão da Montanha e o Senhor inicia recordando aquilo que os antigos aprenderam do “olho por olho, dente por dente”, ou seja, aquilo que recebemos, também devemos fazer com os outros.

Diante disso, Jesus nos ensina hoje, uma outra maneira de lidarmos com aqueles que nos ofendem e nos machucam, não mais o “olho por olho”, mas uma nova forma de compreender a lei, a partir do amor. “Eu, porém, vos digo, amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem!”.

Usar as mesmas armas do inimigo é como jogar lenha na fogueira do ódio. É não acabar nunca com a briga. Jesus propõe uma resistência ativa não violenta. Durante sua paixão, Jesus levou um tapa de um guarda. Bofetada injusta. Jesus não reagiu com violência, mas pediu explicação: “Por que você está me batendo?” (cf. Jo 18,22-23).

Os cristãos, tendo por modelo o Mestre Jesus Cristo, poderão perguntar a si mesmos, em cada circunstância: O que faria Jesus em meu lugar? Qual seria sua reação?

Confira a reflexão do Frei Robson de Castro.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X