Organização da Festa da Penha se reúne com Comando da Polícia Militar

Compartilhe:

Paz e Bem!

A Comissão Central de Organização da Festa da Penha se reuniu na manhã da última quinta-feira (28/11) com o Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano da Polícia Militar do Espírito Santo. Na ocasião, os tenentes coronéis Abreu e Borges, relataram como é a visão da instituição e trocaram informações, afim de garantir ao máximo a segurança dos romeiros, turistas e peregrinos durante os dias do evento.

Frei Paulo Roberto Pereira, Guardião do Convento, lembrou que na última edição, a Festa atraiu cerca de 2,5 milhões de fiéis e que a expectativa, com a criação do feriado estadual do “Dia de Nossa Senhora da Penha” e com as comemorações dos 450 anos, é que o evento cresça ainda mais, o que também é esperado pela Polícia Militar. Os destaques nacionais nas mídias de outros lugares do Brasil e o avanço da cobertura pelas redes sociais, colaboram ainda mais para este crescimento.

O Tenente Coronel Abreu, destacou as ações diante do crescimento da Festa. “Na edição anterior já tivemos um acréscimo do público e um decréscimo no número de ocorrências, graças a um contingente ostensivo e com o ajuda muito importante da Guarda Municipal de Vila Velha. O fato de não vender bebidas alcoólicas nas proximidades da festa e a própria programação cultural ser alinhada com o tema religioso também favoreceu a segurança. Manifestamos os nossos parabéns, pois a cada ano que passa a organização está melhor”, afirma.

Para o Tenente Coronel Borges, a “Festa da Penha ganhou outra dimensão, por isso merece uma nova organização”, que relatou ainda a importância de uma organização antecipada, sobretudo das romarias, desde o local aos horários de saídas, estruturação, posicionamento de agentes e etc. “Temos que liberar o trânsito, garantir a segurança física e patrimonial dos romeiros. A organização é fundamental nesse sentido”, ressaltou.

O grupo de trabalho continuará se reunindo para garantir ao máximo o bem estar de todos que participarem da Festa da Penha.

Ao fim do encontro, foram apresentadas também algumas alternativas e ações que serão desenvolvidas em uma união de forças, envolvendo outros agentes de segurança e demais instituições ligadas à proteção da vida.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X