O Presépio em tamanho real no Campinho

Compartilhe:

Paz e Bem!

Como já sabemos, o Presépio é uma criação de São Francisco de Assis e tornou-se uma tradição em milhões de lares no mundo inteiro. Nas igrejas, a montagem e exposição do presépio é mais que tradição, mas sim fé, devoção e contemplação. Através da ideia de Francisco, fiéis se encantam com a Noite Santa de Belém, recordando a vida e Encarnação do Menino Deus.

O Convento da Penha, como santuário de devoção franciscana, também cultiva a tradição de expor presépios, representando a cena do Nascimento de Jesus, para aqueles que desejam conhecer mais, contemplar e também se emocionar com a vinda do Redentor.

No Campinho do Convento há a exposição de um presépio em tamanho real. Trata-se de uma obra do artista plástico capixaba Hippólito Alves. Inspirado pela paisagem natural e arquitetônica do Convento, o artista elaborou um conjunto de esculturas sacras para retratar uma das mais importantes cenas da história do cristianismo, o nascimento de Jesus Cristo. José, Maria, o Menino e o anjo, compõem a criação, que é emoldurada pela fachada principal do Santuário da Mãe das Alegrias.

As esculturas com as figuras tradicionais do presépio foram instaladas no gramado entre as palmeiras imperiais da Penha Sagrada, provocando um novo impacto visual em quem chegar ao Santuário. O gesto de representar a cena em forma de presépio nasceu de uma inspiração de Francisco de Assis e permanece até os dias atuais.

As peças foram elaboradas em novembro e dezembro de 2018. O artista, conhecido por construir peças sacras, explicou que realçou ao máximo a tentativa de realidade, especialmente da Virgem, que traz expressões faciais e do Menino na manjedoura. Na imagem de São José, o uso da cor marrom-terra, quis dar a ideia do pai-esposo protetor, guardião, zelador da família.


SERVIÇOS
– PRESÉPIO EM TAMANHO REAL
LOCAL: Campinho do Convento da Penha
QUANDO: Diariamente, de 6h às 16h30.
ENTRADA: gratuita
– EXPOSIÇÃO DE PRESÉPIO NO CONVENTO – A ENCARNAÇÃO DO AMOR
LOCAL: Sala de Exposições do Convento da Penha (ao lado da Sala dos Milagres)
QUANDO: De quarta a domingo, de 8h às 12h e de 12h30 às 16h30.
ENTRADA: gratuita

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X