Noite de gratidão com a Coordenação Estadual do Terço dos Homens-ES

Compartilhe:

Paz e Bem!

Emoção e gratidão foram os sentimentos que tomaram conta dos tercistas de Nossa Senhora da Penha no encerramento do ciclo de orações do Terço dos Homens todas as terças-feiras do Convento. É que além do clima de despedida, o encontro da noite de ontem (27/10) teve a feliz presença dos representantes da Coordenação Estadual do Terço dos Homens do Estado do Espírito Santo, na condução e reflexão dos mistérios da Paixão e Morte do Senhor. A ocasião marcou ainda a finalização dos trabalhos do movimento neste mês missionário que também dedicado ao Rosário.

Com a retomada gradual das atividades em diversas paróquias, muitos grupos de terço têm voltado às reuniões semanais, o que fez com que a coordenação do TH e a fraternidade do Convento resolvessem repensar numa nova modalidade para os encontros virtuais do Terço dos Homens na Capela, afinal, “Toda Terça Tem Terço”. O já famoso bordão criado pelo Guardião do Convento, caiu no gosto popular e se tornou uma verdadeira tradição, quiçá o momento mais aguardado da programação semanal do Convento.

Ontem foi um desses dias emocionantes e de muita oração aos pés da Padroeira, Rainha e Senhora Nossa, a Mãe das Alegrias. Os coordenadores e membros da comissão de coordenação do TH-ES foram acolhidos pelo Frei Paulo Roberto Pereira. O frade agradeceu a presença de todos, convidou os fiéis que acompanhavam pela internet para compartilharem, explicou a importância da devoção tão especial acolhida na fraternidade e como esses encontros ocorreram. “Anualmente os homens do Terço do Estado do Espírito Santo se reúnem aqui neste Convento. Grupos de todas as paróquias e diversas comunidades vêm contados aos milhares aqui na casa da Mãe de todos os capixabas. Este ano, por conta da pandemia, o Encontro Estadual aconteceu numa modalidade diferente e por isso, em acordo com a coordenação estadual resolvemos rezar o terço todas as terças, em preparação ao encontro e depois, continuamos porque a missão do homem do terço é evangelizar. A partir da recitação das Ave Marias o homem se fortalece, se torna missionário do Senhor na família e na comunidade” e completou: “uma vez que a pandemia estava impedindo a reunião dos terços nas comunidades, entendemos que seria uma maneira dos homens não perderem o vínculo, assim, rezaram pelo Facebook, Instagram e YouTube”, explicou.

Frei Paulo pediu ainda que os homens e todos os que rezam o terço “continuem a ter ouvidos atentos à Palavra do Senhor para descobrir maneiras para continuar sendo sal da Terra e luz do mundo”. Foi o que pediu também o tercista Pedro Neto Serafim, o responsável pela pequena reflexão antes do início da reza do terço. “Tudo no Reino de Deus começa pequeno, por isso Jesus comparou o Reino com a menor de todas as sementes, mas que depois de semeada ela cresce e se torna uma árvore… O Reino de Deus começa pequeno, mas ele precisa crescer, ele precisa se formar e vem trazer para nós um ensinamento grande: tem lugar para todos no Reino de Deus! O Terço dos Homens é um instrumento que Deus deixou para nós, para darmos continuidade à Sua obra aqui na Terra, com isso, fazemos também o crescimento deste Reino de Deus aqui”, comentou o devoto.

Após a Oração do Terço, antes da Bênção Final, o momento de maior emoção foi quando o membro da Coordenação Estadual, Antônio César de Andrade, leu uma carta de agradecimento ao Convento da Penha pela acolhida aos tercistas semanalmente. César se emocionou em diversos momentos e relatou a grade satisfação em estar na Casa da Mãe. “Para o Terço dos Homens, a oração do Rosário é o elemento principal do trabalho de evangelização, congregando, como sabemos, muitas orações e tendo como ponto principal os mistérios que adornados pelas ave-marias relatam momentos bíblicos importantes da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo e Nossa Senhora. Para os Franciscanos o terço também é usado como um grande instrumento de evangelização. Os franciscanos são devotos de Nossa Senhora e sempre rezam o terço. Podemos citar aqui o exemplo do Papa Leão XIII, que foi da Ordem Franciscana Secular, que das 85 encíclicas que escreveu, 26 foram dedicadas à Nossa Senhora e, além disso, foi ele que institui o mês de outubro como o mês do Rosário. Entrou para a história, inclusive, como o ‘Papa do Rosário'”, diz um trecho da carta. Clique aqui e leia a carta na íntegra.

Para a emoção ficar completa, com o coração agradecido, os homens rezaram cantando a Consagração à Nossa Senhora da Penha. Um momento de luz e fé que certamente marcou.

O encontro semanal acabou se tornando um momento único e transformador na vida de muitas famílias, como é o caso de devotos que nunca haviam tido contato com o movimento dos homens que rezam o terço e acabaram conhecendo através das redes sociais. Outros, faziam questão de reunir a família toda para meditar as Ave Marias… Pelo fim da pandemia, pelas intenções particulares, pelo fim da violência, pela cura de uma doença, pela alma de um ente querido… Foram tantas intenções! Foram milhares, incontáveis comentários e súplicas à Senhora da Penha.

Agora, a partir do mês de novembro os fiéis terão a oportunidade de meditar os mistérios da redenção em moldes diferentes, mas sem deixar de lado a marca criativa, vigorosa, nova e familiar-comunitária, ou seja, essas características marcantes do “Grupo Virtual do Terço dos Homens” vai continuar, porém mensalmente. Uma vez por mês um grupo de tercistas subirá à Penha para conduzir a Oração do Terço ao vivo, direto do Convento da Penha. Em contrapartida, todas as terças-feiras, os fiéis terão uma novidade (uma surpresa que não vamos contar agora, mas vocês vão saber na próxima semana).

O desafio de fazer chegar até os fiéis em casa um encontro de qualidade, certamente qualificou não só a fraternidade franciscana da Penha como a equipe de transmissão e principalmente aqueles que saíam de suas casas (muitas vezes de longe, como de Alfredo Chaves, Anchieta, entre outras). No meio de uma pandemia, o Convento mostrou-se forte e amparou os que tanto necessitam de uma prece. Terça que vem tem mais, afinal, TODA TERÇA TEM TERÇO.


Fotos: Sérgio José Vargas – Secretário da Coordenação Estadual do Terço dos Homens-ES

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

Aconteceu na Penha em 1650…

Paz e Bem! A história que vamos conhecer hoje, em mais um capítulo da série especial “Aconteceu na Penha”, é de 1650. Sempre às sextas-feiras

Dia de Nossa Senhora das Graças

Paz e Bem! Celebramos hoje Nossa Senhora das Graças, uma manifestação da Santíssima Virgem na França, em julho de 1830 para Santa Catarina Labouré quando

X