Morre, aos 68 anos, Frei Moiséis Beserra de Lima

Compartilhe:

Paz e Bem.

Por volta das 11h30 da manhã de ontem, dia 29 de julho, a Província recebeu o comunicado do bispo franciscano da Diocese da Barra (BA),  Dom Frei Luiz Flávio Cappio, sobre o falecimento de Frei Moiséis Beserra de Lima. Dom Cappio relatou que Frei Moiséis foi encontrado morto às 10 horas da manhã, em sua cama, na casa paroquial.

Atualmente, Frei Moiséis estava a serviço da Diocese de Barra, atuando na Paróquia São José, na localidade de Beira Rio, na cidade de Oliveira dos Brejinhos-BA. Após os encaminhamentos legais serem feitos, o corpo deverá ser levado para Barra para sepultamento na Capela mortuária da Diocese. Dom Cappio disse que a Diocese está em luto, pois todos queriam muito bem a ele.

Frei Moiséis foi Guardião do Convento da Penha no ano de 1995.

Dados pessoais, formação e atividades

– Nascimento: 15.10.1951 (68 anos de idade)
– Hidrolândia, CE.
 Vestição: 20.01.1976 – Rodeio
– Primeira Profissão: 20.01.1977 (43 anos de Vida Franciscana)
– Profissão Solene: 18.04.1981
– Ordenação: 20.06.1982 (38 anos de Sacerdócio)
 1977-1982: Estudos de filosofia e teologia em Petrópolis-RJ.
– 1982 – Vila Clementino/São Paulo – vigário paroquial;
– 1986 – Campos do Jordão – pároco
– 1990 – Sorocaba/Bom Jesus – guardião e pároco
 1995 – Vila Velha –ES/Convento da Penha – guardião
– 1997 – São Paulo/Convento São Francisco – vigário paroquial
 2000 – Diocese de Barra-BA – à serviço da Diocese

O frade menor

Frei Moiséis nasceu em Hidrolândia, no interior do Ceará. É o quinto filho de uma família de doze irmãos. Sua família, de origem humilde e marcada por uma forte religiosidade foi seu sustentáculo durante a vida. O Santuário de São Francisco das Chagas, no Canindé, era o lugar de referência para toda a família. Ao menos duas vezes por ano faziam juntos a romaria para o Santuário de Canindé. Segundo Frei Moiséis, esse foi um fator determinante para o seu sim à vocação franciscana. Ainda jovem migrou para o Rio de Janeiro e, na Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, continuou a alimentar o desejo pela vida franciscana. Atuava, principalmente, na Pastoral da Juventude. Aos 24 anos ingressou no SEVOA (Seminário de Vocações Adultas) em Guaratinguetá, para iniciar a sua formação.

Frei Moiséis se dizia uma pessoa extrovertida, alegre e otimista. Gostava de estar com o povo e servir de maneira simples e feliz. “O nosso testemunho, a nossa convicção e entusiasmo, a nossa maneira de ser e viver é a melhor maneira de ser evangelizador”.

Depois de cinco anos de experiência missionária na Diocese de Barra, Frei Moiséis relatou ao Ministro Provincial: “Posso dizer que tem sido especial. É uma região com o povo muito carente. Os desafios são muitos, mas a alegria de poder contribuir na formação das comunidades e lideranças, a busca por melhorias sociais participando de Associações, ajudando o povo a assumir as suas vidas e história nos deixa muito feliz”.

Diante do ocorrido, Dom Cappio manifestou agradecimento ao Ministro Provincial, Frei César: “Obrigado ao senhor Pe. Provincial por ter consentido de Frei Moisés estar conosco. Fez muito bem a muita gente, aqui ,entre nós. Faremos tudo da melhor maneira que estiver em nosso alcance. Nosso irmão merece. Deus o tenha! ”

Frei César agradeceu também a Dom Cappio pela acolhida fraterna e cuidadosa que deu a este nosso irmão nos últimos vinte anos.

Deus o acolha em seu abraço misericordioso!

R.I.P.

Frei Jeâ Paulo Andrade

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts