Maria fiel a Deus

Compartilhe:

Diz o Apóstolo que nada poderá nos separar do amor de Deus. A vida de Maria é exemplo disso. O medo, a angústia, a perseguição e o próprio aguilhão da morte não foram capazes de separá-la do amor de Deus. Isso porque tal amor estava fundamentado sobre a rocha da fé e da esperança. Nesse sentido, Maria indica um caminho de solidez na fé e no discipulado. Ela, como alguém que ama e crê profundamente, é aquela que de modo singular representa e é o(a) perfeito(a) seguidor de Jesus Cristo.

“Deus, que consolidastes vossa serva Maria na fé, na esperança e na caridade, fazei que nós, fortalecidos por vossa graça e vosso Espírito, vençamos nossos medos e nos unamos cada vez mais ao vosso amor. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X