Notícias

Domingo de romarias no Convento da Penha

Compartilhe esta notícia:

Paz e Bem!

O Convento da Penha recebe semanalmente dezenas de romarias, grupos de turistas, turmas de catequizandos e diversos grupos de jovens, e no último domingo (17 de março), não foi diferente. No período da manhã, o Santuário da Mãe da Penha, acolheu o Grupo de Jovens (do EJC) da paróquia Nossa Senhora das Graças, Vila Velha (foto em destaque); a 19ª Romaria de São José do 4º Território, de Alfredo Chaves, paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição (saíram da cidade de origem, caminhando desde a última sexta-feira), juntamente com os devotos do Terço dos Homens de Taquaruçu, na mesma região; e por fim, o grupo de coroinhas da Paróquia de Sant’Ana, Marechal Floriano; Os romeiros participaram da Celebração da Santa Missa das 9h, realizada na Capela do Convento e presidida pelo Guardião, Frei Paulo Roberto Pereira.

Ao iniciar a Santa Missa, após o comentário inicial, Frei Paulo acolheu e agradeceu a participação de todos, dizendo “é bom estarmos aqui. Formamos o mesmo povo, unidos na alegria e querendo com disposição grandiosa acolher o perdão do Senhor”. Em seguida, alguns romeiros participaram da Liturgia da Palavra, proclamando as Leituras.

Na homilia, Frei Paulo Roberto começou explicando que ao subir o Convento da Penha, muitos pensam “será que eu vou dar conta? Ai como eu tô cansado! Que calorão danado! A gente pensa assim e vai aquietando o nosso coração e o nosso pensamento. É o encontro da gente com a gente mesmo. Então é oportuno que a gente saiba fazer o silêncio para Deus nos falar. É isso que é necessário, na caminhada que fazemos rumo ao Convento, nosso coração também vai se aquietando… É importante que a gente se disponha a ouvir o que Deus tem a nos dizer!”.

Ao refletir, no 2º Domingo da Quaresma, o Evangelho de Lucas 9,28-36, que narra a Transfiguração do Senhor, o Guardião do Convento, explicou que a Quaresma é o tempo em que devemos dar mais qualidade a nossa vida, para o nosso viver. A Quaresma é um tempo para desacelerar, qualificar a vida, parar. Ele deu um exemplo ao uso do celular, que muitas pessoas fazem ao mesmo tempo em que fazem as refeições ou utilizam celular enquanto estão conversando com outras pessoas, até mesmo em família, ou seja, sem valorizar, sem dar qualidade a vida. Explicando sobre a transfiguração, Frei Paulo exemplificou a figura dos discípulos que testemunharam, como cada um de nós. “Os discípulos testemunharam e a Palavra de Deus, nos ‘empodera’, para que a gente seja no mundo testemunhas de Seu Evangelho… É necessário que a gente desça da montanha, porque para experimentar a glória definitivamente, é preciso passar pela cruz. Moisés e Elias, são testemunhas da salvação que vem de Deus. Eles conversavam sobre a morte de Jesus. É bom estar na presença do Senhor, é bom conviver com Ele, é bom sentir-se revigorado na sua graça… Mas saibamos, para experimentar a glória definitiva, é necessário caminhar com Jesus até as últimas consequências…”, explicou o Frei.

Homilia completa

Assista abaixo a Missa na íntegra e veja a participação dos romeiros.

Santa Missa – 2º Domingo da Quaresma

SANTA MISSA AO VIVOPaz e Bem! Bom dia!Celebramos hoje o 2º Domingo da nossa caminhada quaresmal, rumo a Celebração da Páscoa do Senhor.Na Liturgia de hoje, somos chamados a subir a montanha com Jesus para que Deus revele sua plenitude. O Evangelho de hoje narra a transfiguração do Senhor.Reze conosco! Compartilhe esta transmissão!

Posted by Convento da Penha on Sunday, March 17, 2019

Ao final da Missa, antes da bênção, o Guardião do Convento ainda pediu a todos que repetissem a frase “Tô na Penha, Tô Feliz”, para a gravação do quadro de sucesso das redes sociais. O momento será exibido no próximo domingo, às 8h50, antes da transmissão da Missa pelo Facebook do Convento.

Eventos

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2020› » 

Saiba mais

Facebook

No upcoming event