Convento vai abrir exposição em comemoração aos 800 anos da criação do Presépio

Compartilhe:

Paz e Bem.

Neste ano é celebrado, sobretudo para os franciscanos, o jubileu de 800 anos de criação do Presépio por São Francisco de Assis. A vida franciscana é um convite para viver o Evangelho, que é o próprio Cristo: a Palavra encarnada na humanidade. Contudo, o Cristo pobre, humilde, servidor e crucificado. Um caminho que procura ter presente o Natal (Encarnação), a caridade (Eucaristia) e a Cruz do Senhor.

O presépio, como criação franciscana, surgiu em Greccio, na Itália, no ano de 1223. Lá, o Pobrezinho de Assis quis representar, à vista de todos, o verdadeiro Natal, o Natal do Senhor como expressão do amor maior de Deus para com cada uma das suas criaturas. No presépio, todos têm lugar. Deus, o homem, a mulher, a criação, a vida, a alegria, o dom, a esperança… É um sinal da criação reconciliada em Deus.

Para comemorar este acontecimento histórico, a Sala de Exposições (museu) do Convento vai apresentar uma série de exposições de Presépios. São obras de mãos capixabas, artistas, artesãos e famílias que se dedicam ao tema ano após ano, com seu toque de originalidade. Ilustrando a exposição, haverá ainda as manifestações folclóricas do Espírito Santo ligadas ao nascimento de Jesus e visita dos Reis Magos como as Lapinhas e Reisados, tradições culturais que compõem o Ciclo Natalino Capixaba.

A abertura será no dia 26 de maio, às 9h, na Sala de Exposições do Convento da Penha, com bênção do Guardião do Convento, Frei Djalmo Fuck. A exposição segue até fevereiro de 2024, com ciclos de mostras renovadas a cada três meses contemplando todas as regiões do nosso Estado.

A realização e Curadoria é do Coletivo Criativo Prainha e tem patrocínio da Javé Construtora. Apoiam a iniciativa, a Fraternidade Franciscana do Convento, a Imagiton Ideias Tangíveis, a Rede Gazeta e a Prefeitura Municipal de Vila Velha.

Vale lembrar também que, a fim de recordar a importância da criação de Francisco de Assis, a Fraternidade do Convento decidiu que o presépio em tamanho real vai permanecer montado no Campinho do Convento ao longo do ano de 2023 e até janeiro de 2024, quando a Igreja vai celebrar a Solenidade da Epifania do Senhor, concluindo o Tempo do Natal. A iniciativa quer destacar o grande ensinamento deixado pelo Santo de Assis, sobretudo refletindo como se deu tamanha longevidade.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X