Batismo do Senhor: Jesus é solidário às limitações humanas

Compartilhe:

Paz e Bem!

A Igreja celebra neste domingo (10/01) a Festa do Batismo do Senhor, onde Cristo é batizado por João Batista. Com essa festa a Igreja da início a um novo tempo litúrgico, chamado Tempo Comum: momento em que caminhamos com Jesus e descobrimos Nele o plano que Deus tem para nós, o projeto do Pai para nossa vida e para o mundo. Se no tempo do Advento fomos convidados a ouvir com mais atenção a Palavra de Deus; no Natal reconhecemos a santidade de um Deus que se fez homem, tornou-se um de nós (e conosco), agora, com o Batismo de Jesus, somos chamados a iniciar o itinerário da vida pública do Mestre, caminhando e ficando com Ele.

Sobre o Batismo do Senhor… Jesus é batizado por João Batista, este, pregava um batismo de arrependimento dos pecados, de conversão, um batismo de fiéis pecadores. Mas, se Jesus é o próprio Filho de Deus, é sem pecado, por que ele foi batizado?

Mesmo não tendo pecado, mesmo sendo verdadeiro Deus, Jesus deixa-se batizar porque Ele quis ser solidário com nossas limitações e ficar ao nosso lado, nos ensinando que santidade é caminho possível. Assim e com a gente, Ele inicia um caminho novo de vida plena, amor, perdão e nos recria como filhos e filhas muito amados por Deus. Pelas águas do Batismo, Jesus dá um novo significado para a nossa vida, que outrora de pecado e dúvida, desde agora, pelo Batismo, deixamos de ser criaturas para sermos filhos do Pai.

O batismo de João era um batismo penitente, de conversão. Nós, humanos imperfeitos, buscamos no batismo a purificação, a remissão de nossos pecados. O batismo é o primeiro passo da iniciação cristã, o início da vida com intimidade com Jesus.

Nós sabendo disso, agora é tempo de vivermos também com alegria, esperança o nosso batismo sendo luz e vida para os irmãos e irmãs assim como Cristo foi para nós!

Confira a reflexão do Frei Pedro Engel, OFM.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X