Aos 71 anos, falece Frei João Maria dos Santos

Compartilhe:

Faleceu neste sábado, 17 de julho, por volta das 23 horas, Frei João Maria dos Santos, mais uma vítima do novo coronavírus. A informação foi dada pelo guardião Frei João Francisco, da Fraternidade do Seminário Frei Galvão, em Guaratinguetá (SP), onde residia o frade desde o início deste ano. Por conta deste fato, seu sepultamento será dentro dos protocolos sanitários, previsto para ocorrer às 8h deste domingo, dia 18 de julho, após um breve momento de oração em frente ao jazigo do Seminário Frei Galvão.

Segundo Frei João Francisco, na última quarta-feira, 14 de julho, Frei João Maria passou mal durante a missa conventual que presidia no Seminário e foi levado ao Hospital Frei Galvão, de Guaratinguetá, pelo SAMU. A médica acredita que possivelmente ele tenha infartado por conta suposta falha do marcapasso. Também apresentava quadro de insuficiência pulmonar, o que dificultava manter o coração em funcionamento. Frei João foi sedado e intubado.

O frade menor
Frei João nasceu em Erval Velho, SC, no dia 11 de julho de 1950. Filho do casal Manoel Antônio dos Santos e Jordelina dos Santos (falecidos), era o caçula de 11 filhos. Dentre as lembranças mais marcantes da vida em família, destacava a religiosidade dos pais, de quem teve o apoio quando decidiu ser religioso. “Ajudava nas capelas e o contato com os sacerdotes ajudou no meu discernimento vocacional”, contou na sua ficha autobiográfica quando ingressou na Ordem dos Frades Menores em 1979.

Segundo ele, queria “ser frade para ajudar mais pessoas”, lembrando que nasceu no seio de uma família simples, onde os pais lutavam muito para criar os filhos. Vocação tardia, Frei João era de poucas palavras, mas surpreendia com seu senso de humor. Segundo ele, gostava mais de ouvir do que falar. Muito prático, não era brilhante nos estudos. Não porque não fosse inteligente, mas porque era dotado de qualidades práticas, sendo ótimo pedreiro, padeiro, motorista. Enfim, para qualquer trabalho era sempre prestativo.

Quando estava para professar solenemente, destacou que “o tempo todo” percorri as pegadas de São Francisco. “Foi um caminho muito árduo, com quedas e decepções, mas ao mesmo tempo fui descobrindo que a vida religiosa não é para aqueles justos e perfeitos, e sim para aqueles que se dispõem a caminhar”.

Quando fez o pedido para a Ordem do Presbiterado, disse: “Sei que nada conseguirei sozinho, mas confio plenamente na providência divina a fim de desempenhar com segurança meu ministério sacerdotal”. Para sua ordenação presbiteral, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus em Petrópolis (RJ), escolheu como lema “Senhor, a quem iríamos nós? Só Tu tens palavra de vida eterna (Jo 6,68)”.

Deus o acolha em seu Reino de Misericórdia e de Amor.

Dados pessoais, formação e atividades
11/07/1950 – Nascimento em Erval Velho, SC (71 anos)
11/08/1979 – Admissão na Ordem dos Frades Menores em Rodeio, SC (41 anos de Vida Religiosa)
11/08/1980 – Profissão simples na Ordem dos Frades Menores
03/04/1983 – Profissão Solene
11/08/1984 – Ordenação presbiteral

Atividades na Evangelização
09/08/1983 – Secretário do Instituto dos Meninos Cantores
05/06/1984 – Estágio no Colégio Bom Jesus
31/01/1985 – Vigário cooperador em Santos, SP
1987 – Vigário Paroquial em Pedra Preta, MT
1990 – Capelão Militar em Dourados, MS
27/08/1997 – Pároco em Água Doce, SC
28/01/1999 – Vigário Paroquial em São João de Meriti, RJ
12/08/1999 – Atendente Conventual em Guaratinguetá, Graças, SP
09/01/2002 – Pároco em Ponte Branca, MT
02/04/2003 – Formador no Seminário Diocesano de Várzea Grande, MT
07/11/2003 – A serviço da Diocese de Guiratinga, MT
20/12/2006 – Vigário da Casa e Pároco da Paróquia de Ituporanga, SC
03/02/2011 – A serviço da Custódia da Terra Santa
10/11/2011 – Guardião e pároco em Florianópolis, SC
19/03/2014 – Período de secularização “Ad experimentum” na Diocese de Dourados, MS
25/02/2016 – Vigário Paroquial e Reitor do Santuário de Angelina, SC
30/01/2021 – Atendente Conventual no Seminário Frei Galvão, Guaratinguetá, SP

R.I.P

Da Secretaria Provincial

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

São Boaventura: uma voz ainda atual

Por ocasião do 750º aniversário da morte de São Boaventura , que celebraremos no dia 15 de julho de 2024, foi publicada a Carta dos Ministros Gerais

X