6º Domingo da Páscoa: “amai-vos uns aos outros”

Compartilhe:

Paz e Bem!

Neste 6º Domingo da Páscoa, o Evangelho de João 15,9-17, narra a exortação de amor, o verdadeiro amor ressignificado por Jesus. “Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. e guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor. Eu vos disse isso, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena. Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.”

Com essa afirmação, o Senhor não guarda para si o amor do Pai, pelo contrário, ensina que sua missão (e a de todos nós batizados) deve ser baseada, pautada no amor. Jesus veio revelar o amor de Deus. Ele é o amor encarnado, revelado a nós.

“Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros”, nisso consiste a vida do Salvador. Num amor-doação, amor ao próximo. O mandamento de Jesus se resume, não apenas em palavras, mas nas atitudes amorosas para com o outro.

Jesus vem para libertar o povo deste pesado fardo para aquilo que é essencial: o amor. Anuncia este mandamento num contexto de profunda intimidade, a última ceia, ao lavar os pés dos discípulos. Por isso podemos dizer que este é seu ‘testamento’. E o torna autêntico ao seguir para a cruz, gesto supremo do seu amor: “como eu vos amei, amai-vos uns aos outros!”.

Assista a reflexão do Frei Paulo César Ferreira, OFM.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

X