1º Domingo da Quaresma: com Jesus, vencemos as tentações do mundo

Compartilhe:

Paz e Bem!

Levado pelo espírito santo para o deserto, o Evangelho de Mc 1,12-15, narra as tentações de Jesus. “E ele ficou no deserto durante quarenta dias, e aí foi tentado por Satanás.” Neste 1º Domingo da Quaresma, aprendemos que a perseverança em Deus, não nos deixa desanimar. Este é o tempo em que somos chamados a caminhar com o Senhor no deserto, enfrentar as dificuldades, cultivar ainda mais a intimidade com Ele e vencer os desafios da vida.

As provações que o Filho de Deus enfrentou ao ser tentado pelo diabo, prova que nós também somos, em Cristo, capazes de superar o mal. Satanás oferece ao Senhor o poder, a fama e a ambição. Na aritmética teológica da época, que consistia em atribuir valor simbólico e teológico aos números, o número 3 designava a constituição do ser humano (espírito – alma – corpo). A tríplice tentação significava que Jesus, enquanto ser humano, seria submetido a contínuas provações, pelas quais teria chance de dar provas de sua absoluta fidelidade a Deus. De fato, até os instantes finais de sua caminhada neste mundo, Jesus foi tentado, no entanto, permaneceu fiel ao projeto do Pai.

O deserto é também um lugar marcado por desafios e nos recorda a peregrinação do povo do Egito para a Terra Prometida. Nós somos tentados por muitos males. Mal da violência, da intolerância, da ambição, da indiferença, do egoísmo… Como vencer esse mal? Tendo como referência o próprio Jesus e nos fortalecendo Nele.

Jesus continuou a pregar o Reino de Salvação. “O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”

Veja a reflexão do Frei Pedro de Oliveira Rodrigues, OFM.

Posts Relacionados

Facebook

Instagram

Últimos Posts

X