Eventos Notícias

Tríduo de Santa Clara de Assis no Convento

Paz e Bem!

O Convento da Penha vai dar início ao Tríduo de Santa Clara de Assis, nesta quarta-feira (08/08), às 15h. Todas as Missas durante os três dias (08 à 10/08), serão celebradas sempre às 15 horas. Na quarta, dia 08, a Missa será no Campinho, com a participação dos idosos, doentes, enfermos e fiéis com mobilidade reduzida. Nos demais dias, as Celebrações irão acontecer na Capela do Convento.

No sábado, dia 11 de agosto, Dia de Santa Clara de Assis, serão celebradas Missas em honra à Santa Clara nos seguintes horários: 06h – 07h30 – 09h – 11h e 15h30, todas na Capela.

Santa Clara de Assis, nasceu no ano de 1194, em Assis na Itália. De família rica, seu pai, Favarone Scifi, era conde. Sua mãe se chamava Hortolana Fiuni. Clara era neta e filha de fidalgos (pessoas da classe nobre).

Clara foi a primeira mulher da Igreja Católica a se entusiasmar com o ideal franciscano. Por isso é chamada de Discípula de São Francisco de Assis. Desde jovem adquiriu o hábito de rezar diariamente e se mortificar para o pecado. Também exercitava com frequência a piedade cristã, distribuindo esmolas e atendendo com disponibilidade as pessoas necessitadas que a procuravam. Fazia isto espontaneamente, como demonstração de seu sincero e fervoroso amor a Deus.

A vida de Santa Clara

Clara desde jovem já tinha a fama de muito religiosa e recolhida. Aos 18 anos ela fugiu com uma amiga, Felipa de Guelfuccio, para encontrar São Francisco de Assis, na Porciúncula, a capelinha de Santa Maria dos Anjos, onde nasceu a ordem dos Franciscanos e a ordem de Santa Clara. Lá ela era esperada para fazer os primeiros votos e entrar no convento dos franciscanos.  Nesta mesma noite, Clara fez uma oração de renúncia ao mundo “por amor ao Sagrado e Santíssimo Menino Jesus”.

O próprio São Francisco cortou os cabelos de Clara, sinal do voto de pobreza e exigência para que ela pudesse ser uma religiosa. Depois da cerimônia ela foi levada para o Mosteiro das Beneditinas. Santa Clara de Assis vendeu tudo, inclusive seu dote para o casamento e distribuiu aos pobres. Tempo depois, São Francisco leva Clara e suas seguidoras para o mosteiro de São Damião, onde lá, formando com outras mulheres, Santa Clara funda a Ordem Segunda Franciscana, depois chamada de “Ordem das Clarissas”.
Em 1216 Clara aceitou para a sua Ordem as regras beneditinas e o título de abadessa, mas manteve o carisma franciscano. A partir de 1224, Clara adoeceu e aos poucos foi definhando. De sua cela, através de visões, acompanhou o funeral de francisco. Por essas visões que pareciam filmes projetados numa tela, Santa Clara foi proclamada Padroeira da Televisão e de todos seus profissionais, em 14 de fevereiro de 1958, pelo Papa Pio XII.
Clara morreu no ano de 1253 e foi declarada Santa dois anos após sua morte.

Há ainda a história mais verídica, que na noite de Natal de 1252, Santa Clara ela queria muito ir a uma missa na Basílica de São Francisco (já falecido). Não tendo condições de ir por estar doente, ela entrou em oração e conseguiu assistir toda a celebração de sua cama em seu quarto no convento.

Segundo seus relatos, a  Missa aparecia para ela como que projetada na parede de seu humilde quarto.  Santa Clara conseguiu ver e ouvir toda a celebração sem sair de sua cama. O fato foi confirmado quando Santa clara de Assis contou fatos acontecidos na missa, detalhando palavras do sermão do celebrante. Mais tarde, várias pessoas que estiveram na Missa confirmaram que o que Santa Clara narrou, de fato aconteceram.

Conheça mais curiosidades de Santa Clara assistindo a série da TV Franciscanos “Clara por Claras”

Eventos

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2018› » 

Facebook