Notícias

#tbt da Festa da Penha 2018: “Sem Deus o mundo experimenta a morte”

Compartilhe esta notícia:

Este foi o centro da mensagem de Padre José Pedro Luchi, que fez a homilia da Celebração do quinto dia do Oitavário da Festa da Penha de 2018 (dia 05/04/2018), no Campinho do Convento da Penha. Vamos juntos recordar em mais um #tbt especial da Festa da Penha.

Paz e Bem!

“O contrário da vida é a violência, é a morte”, disse o sacerdote, fazendo um contraponto com a alegria deste tempo pascal. Mas foi o Padre Evandro Sá Grilo, da Paróquia Bom Pastor de Nova Carapina, que presidiu a Celebração Eucarística, às 15 horas. Padre José Pedro é da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Serra.

As duas Paróquias estão no município de Serra, que hoje, com o município de Fundão, foram responsáveis pela liturgia (Área Pastoral Serra-Fundão). Sacerdotes e fiéis romeiros desta região pastoral da Arquidiocese de Vitória foram acolhidos na casa da Mãe de Deus pelos Frades do Convento da Penha e da Província Franciscana da Imaculada Conceição.

“Sem Deus não existe a fundamentação para nos respeitarmos, para nos ajudarmos, olharmos uns aos outros como irmãos, iguais. Por que nós somos iguais? Quem falou que somos iguais, quem falou que todo mundo tem direito a existir? Foi Jesus que nos ensinou isso. Não era assim antes de Jesus. Nunca foi. E agora, ultimamente, tem alguém querendo dizer que não é. Mas Jesus nos ensinou que também nós somos todos filhos de Deus”, enfatizou, ressalvando, no entanto, que isso é um ideal a ser realizado, a ser concretizado. “Então, vamos viver essa vida nas nossas comunidades. Vamos testemunhar Jesus nessa Igreja em saída”, disse.

quintodia_050418_1

Para o Padre José (foto acima), não existe outro caminho. “Nós temos que buscar juntos essa comunhão, onde todo mundo se sinta participante e respeitado. Esse é o maior dom que a Igreja pode fazer para a sociedade”, acrescentou. “Que hoje seja um dia de alegria, de renovação da nossa fé em Jesus vitorioso. De renovação no testemunho de Jesus, que é o Senhor, Aquele que Deus levantou dentre os mortos, no qual nós temos uma fonte de vida eterna. Seja hoje a renovação do nosso compromisso de formar comunidades, onde as pessoas se sintam em verdadeira comunhão fraterna, onde o amor e a caridade reinem, onde nós tenhamos a alegria de viver e sermos articulados e convocados a crescer, realizando nossas capacidades. Não reprimidos, não subjugados, não servientes. Pelo contrário, cada um cresça, exerça seus dons, seus carismas e possa, sim, dar glória a Deus”, completou.

quintodia_050418_8

A CHEGADA DA IMAGEM AO CONVENTO

Frei Diego Atalino de Melo, animador do Serviço Vocacional da Província Franciscana da Imaculada Conceição, presidiu o Momento Devocional Franciscano e Mariano, que aconteceu antes da Celebração Eucarística. Frei Gustavo Medella, Frei Paulo Ferreira da Silva e músicos garantiram a animação com belos cantos. Este momento faz-se  com cantos a Nossa Senhora; acolhimento do povo de Deus; súplicas pelos mistérios realizados a Maria, Mãe de Jesus, na devoção que Frei Pedro Palácios trazia consigo; recordação e consideração do primeiro Franciscano que chegou aqui (Frei Pedro Palácios); Ladainha de Nossa Senhora; orações e bênção.

Depois de recordar, ontem, a construção da primeira igrejinha no alto do Morro, hoje foi dia de lembrar a chegada da imagem da Penha e a coroação de Nossa Senhora.

quintodia_050418_2

“Olhar para uma imagem significa abrir os olhos da fé e vislumbrar uma outra realidade. Olhar para a imagem de Maria significa olhar para tudo aquilo que ela foi na sua vida. Significa olhar com os olhos da fé a maneira como ela encarou as dificuldades, os problemas os desafios, por isso que todos nós subimos no alto desse Convento e voltamos o nosso olhar para nossa mãe, porque ela nos ensina a olhar as coisas com os olhos de Jesus”, frisou Frei Diego (foto acima).

“E hoje nos a coroamos com essa bonita coroa de flores. De fato, ela é nossa Rainha e queremos fazer parte do Reino do seu Filho Jesus. Portanto, coroá-la significa fazer o reino de Deus acontecer em nosso meio. Um Reino de paz, reino de amor, reino de justiça, um Reino de diálogo, um reino de igualdade, um Reino, de fato, onde todos sejam respeitados. Hoje, então, olhando para a imagem de Nossa Senhora da Penha nós queremos renovar, mais uma vez, o desejo de olhar pra Ela e, por meio Dela, olhar a realidade que está a nossa volta. Que hoje, coroando esta imagem, nós possamos fazer parte deste Reino, o Reino de Deus, que Jesus durante a sua vida pregou, anunciou e fez acontecer em nosso meio”, pediu o frade.

Com informações de Moacir Beggo, Frei Augusto Gabriel e Cristian Oliveira

Eventos

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹jul 2019› » 

Saiba mais

Facebook