Maria e a Palavra

Maria, ao dizer seu sim, acolheu em sua vida o Verbo de Deus. Sua vida, pois, foi transformada pela ação da Palavra. Nesse sentido, Maria aponta para a centralidade da Palavra na vida do cristão. Sem a Palavra, que é o próprio Deus, a vida do cristão é anêmica, sem forças e sem orientação. Todavia, acolher a Palavra significa deixar-se transformar por ela, isto é, entrar num processo de confronto com a pessoa de Jesus e de conversão de vida e costumes. Diante da Palavra, não é possível permanecer o mesmo, uma vez que a Palavra de Deus, o Verbo encarnado, é pessoa, é relação, é alguém que ama! Maria, pois, ao confrontar sua vida e existência com a Palavra, deixou-se tocar e transformar por ela, assumindo todas as consequências desse encontro de amor.

“Ó Deus, cuja Palavra se fez carne no seio da Virgem Maria, concedei que tenhamos nosso coração e nossa mente dóceis à ação desta mesma Palavra, que é Jesus Cristo, vosso Filho, que convosco vive e reina para sempre. Amém.”

Frei Alberto Eckel Junior

Compartilhe e evangelize:

Imprimir
Copyright © 2017 Franciscanos.org.br - Todos os direitos Reservados.