Mãe do Criador

Alegremo-nos, irmãos; alegrem-se e exultem os povos. Não foi o sol visível que tornou para nós sagrado este dia, mas o seu Criador do mundo invisível, quando uma Virgem Mãe, do seu seio fecundo e na integridade de todo o seu corpo, trouxe ao mundo o seu Criador invisível, que Se tornou visível aos nossos olhos. Foi virgem ao conceber, virgem ao dar à luz, virgem antes do parto, virgem depois do parto, sempre virgem…

Porque te admiras disto, ó homem?… Estando junto do Pai, preparou uma mãe para Si e, depois de nascer da mãe, permaneceu junto do Pai. Como iria deixar de ser Deus, ao começar a ser homem, Aquele que deu à sua mãe a graça de continuar a ser virgem depois do parto?…

Agostinho de Hipona (séc. V). Sermão 186.

Compartilhe e evangelize:

Imprimir
Copyright © 2017 Franciscanos.org.br - Todos os direitos Reservados.