SE CALAREM A VOZ (14º Dom)

1. Se calarem a voz dos profetas, / as pedras
falarão. / Se fecharem uns poucos caminhos, /
mil trilhas nascerão. / Muito tempo não dura a
verdade / nestas margens estreitas demais: /
Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais.

Ref.: É Jesus este pão de igualdade: / viemos
pra comungar / com a luta sofrida do povo /
que quer ter voz, ter vez, lugar. / Comungar é
tornar-se um perigo: / viemos pra incomodar.
/ Com a fé e união, / nossos passos, um dia,
vão chegar!

2. O Espírito é vento incessante, / que nada há
de prender. / Ele sopra até no absurdo / que a
gente não quer ver. / Muito tempo…

3. No banquete da festa de uns poucos, / só rico
se sentou. / Nosso Deus fica do lado dos
pobres, /colhendo o que sobrou. / Muito
tempo…

4. O poder tem raízes na areia, / o tempo o faz
cair. / União é a rocha que o povo / usou pra
construir. / Muito tempo…

5. Toda luta verá o seu dia / nascer da
escuridão. /Ensaiamos a festa e a alegria, /
fazendo comunhão. / Muito tempo…

Compartilhe e evangelize:

Imprimir
Copyright © 2017 Franciscanos.org.br - Todos os direitos Reservados.