Formação Notícias

Frei Pedro: “Desafio de aplainar as montanhas do egoísmo e os vales da indiferença”

Compartilhe esta notícia:

Paz e Bem!

Celebrando neste dia 09 de dezembro o 2º Domingo do Advento, o Frei Pedro de Oliveira Rodrigues presidiu a Santa Missa das 9h na Capela do Convento, com presença de muitos devotos, peregrinos e especialmente de jovens do grupo do EJC (Encontro de Jovens com Cristo) do município de Barra de São Francisco, ES; da romaria da Paróquia Bom Pastor de Colatina, ES. Eles participaram, refletiram juntos com os demais romeiros e fiéis, e foram bem acolhidos pelo Frei, que ao iniciar, como de costume, pediu que todos se saudassem. “Como família amada e querida, às vezes a gente passa um longo tempo sem se encontrar, e como nos reencontramos, vamos desejar um bom dia para quem está do lado, aperte a mão… Essa troca de gentileza, de acolhida… Quando você deseja bom dia você está desejando que o seu dia seja tão abençoado quanto o meu”, iniciou o Frei

Na homilia, Frei Pedro explicou o Evangelho de Lucas capítulo 3, 1-6 e as leituras, Baruc 5, 1-9 e São Paulo aos Filipenses 1, 4-6.8-11, destacando o simbolismo do caminho, da preparação do caminho do Senhor, presente em toda a liturgia do dia. “O evangelista começa situando a questão política e religiosa da época. Quem mandava e desmandava na sociedade, era um poder corrompido. O povo passava por uma situação difícil, principalmente os pobres, por isso o Evangelho de Lucas começa situando a sociedade, o sistema vigente tanto político quanto religioso para em seguida inserir a figura de João Batista. Não é por acaso que João Batista entra em cena. Para desmontar, mostrar, o lado oposto do projeto de Deus. Não aquele projeto que imperava onde os pobres se tornavam pobres ainda mais… Mas João Batista vem na contra-mão, para dizer qual o projeto autêntico que o Senhor deseja… João Batista entra como precursor, como enviado, para preparar o caminho”, introduziu o Frei. Ele ainda citou o exemplo das pessoas que moram no interior que “limpam o caminho de acesso à casa, não deixando o mato crescer. Este é o símbolo do advento, limpar bem, preparar o caminho para o Senhor.”

Frei Pedro fez críticas ao crescimento da desigualdade social no Brasil. “Vivemos num mundo onde cresce assustadoramente o abismo entre pobres e ricos. Entre quem mora na favela e quem mora nos lugares mais abastados, cresce. Será esse o projeto de Deus que este abismo continue crescendo cada vez mais?! Por isso que a Palavra de Deus vem nos alertar, João Batista prega um batismo de conversão. Portanto, não basta ser batizado. O corrupto foi batizado, aquele político que desvia dinheiro da saúde, da educação, foi batizado também, mas não cumpre com o compromisso do batizado e é isso que devemos estar atentos… Não basta ser batizado, é preciso entrar na dinâmica da conversão. Conversão é um processo contínuo, frequente. Por isso que a Palavra de Deus diz: ‘preparai o caminho do Senhor, endireitai as planícies, as montanhas serão abaixadas’. Que montanha é essa? A montanha do egoísmo que vai crescendo cada dia e vai nos impedindo de ver o outro, de enxergar no outro o rosto de Jesus”, disse.

Por fim, Frei Pedro afirmou que “o mundo será melhor quando nos desafiarmos a aplainar as montanhas do egoísmo, aplainar os vales da indiferença que nos impede de ver no outro o rosto de Jesus.”

Assista a homilia completa abaixo.

Faltam

31Dias 19Horas 39Min 09Seg

para a Festa da Penha 2019

Eventos

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2019› » 

Saiba mais

Facebook