Formação Notícias

Frei Paulo Roberto: “Advento não é uma espera incerta! Deus virá!”

Paz e Bem!

O Convento da Penha recebeu hoje a devoção, o carinho e a gratidão dos devotos liguistas das três federações que subiram até o Santuário para celebrar o Dia do Liguista e comemorar pela atuação no estado. As Ligas Católicas no Espírito Santo, é formada por agentes atuantes na Arquidiocese de Vitória, na Diocese de Colatina e na Diocese de Cachoeiro. Eles realizaram mais uma edição da Romaria das Ligas Católicas na manhã deste domingo (02 de dezembro), celebrando o 1º Domingo do Advento, tempo de espera, vigilância e preparação para o Natal do Senhor. As ligas são formadas por diversos grupos fiéis de pessoas que disseminam a importância de adoração à Deus e a prática da devoção à Sagrada Família, a “Trindade de Nazaré”: Jesus, Maria e José.

Este ano a grande participação dos liguistas surpreendeu até mesmo a organização que estimava em torno de 1000 fiéis, no entanto, eles lotaram o Campinho do Convento e unindo-se aos demais romeiros, devotos e turistas, preencheram os espaços da celebração. Assim, em torno de 3 mil pessoas participaram da romaria e da Santa Eucaristia.

O evento teve início às 8h com uma breve concentração, acolhida, oração inicial e apresentação das bandeiras das ligas. Logo em seguida, teve início a caminhada até o Campinho. Eles chegaram às 8h45. Enquanto era feita a animação e acolhida de boas vindas por um grupo bastante animado, da paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Colatina, eles iam passando com as bandeiras erguidas, em frente ao palco. Às 9h, teve início a Missa presidida pelo Guardião do Convento da Penha, Frei Paulo Roberto Pereira e concelebrada pelo Monsenhor Rômulo com presença do Diácono Marcos.

No início, foi entoado o canto de entrada “Jesus, Maria, São José, protegei-nos…” enquanto a procissão de entrada atravessava da Capela de São Francisco até o palco. Logo à frente da procissão, as bandeiras das ligas Jesus, Maria e José, que depois foram colocadas aos pés do palco. As bandeiras foram utilizadas também em mais dois momentos: primeiro na identificação dos locais onde estariam os ministros da Sagrada Comunhão e ao final quando foram convidadas pelo presidente da celebração para que eles fossem apresentados e saudados com palmas.

Frei Paulo comentou, ainda nos ritos iniciais, com entusiasmo e alegria por receber novamente a romaria, em seguida, pediu que todos dirigissem os olhares ao Convento para fazer uma prece confiando na materna proteção de Deus e rezou uma Ave Maria. Ele fez uma breve introdução explicando o tempo do Advento. “Nós hoje iniciamos o tempo fecundo do Advento, tempo da espera de Deus na nossa vida, a encarnação do Senhor é nossa vitória. Nós queremos marcar este tempo com o acendimento da coroa, durante quatro domingos e vai sinalizar para nós a caminhada que faremos até o Natal”, e realizou a bênção da coroa de velas do advento acendendo a primeira vela.

Na homilia, Frei Paulo Roberto inicialmente dirigiu alguns agradecimentos aos liguistas, (alguns até do interior que saíram de madrugada viajando para chegar ao Convento), saudou especialmente as crianças e os jovens. “Pai, mãe, quer deixar uma boa herança para seus filhos? Pode até tentar guardar dinheiro na poupança, pode guardar. Pode comprar até mais uma vaquinha, mais um bezerrinho, tem problema não, pode também se seu dinheiro der – em tom descontraído – mas quer deixar uma boa herança para seu filho, sua filha? Planta desde pequenininho no coração dele a confiança em Nossa Senhora, planta desde pequenininho no coração do seu filho, da sua filha, a fidelidade, a Palavra de Deus. Este é aquele tesouro que como Jesus diz, não é corroído pelas traças nem pelo tempo”. E continuou “pode ser que eu falando aqui agora, eu imagino muitas mães dizendo: ‘é eu plantei, mas meu filho nem na igreja vai.’ Vai! Pode ter certeza, no tempo certo! Escolheu a semente, preparou a terra, vai frutificar. Pai e mãe, tenham confiança que a semente plantada vai frutificar, mesmo que a gente imagine que a semente tá mortinha lá, o vigor que vem do alto vai fazer essa planta florir”, afirmou o Frei.

Ele surpreendeu a todos ao dizer “hoje, não estranhe se alguém chegar para você e disser: ‘feliz ano novo!'” e pediu que os fiéis desejassem mutuamente ‘feliz ano novo'”. E explicou que ninguém deve estranhar, afinal, o primeiro domingo do advento inaugura um novo ano na igreja. Ele disse ainda que o Advento é um sentido de “provocação de vigilância de um Deus que já veio, pobre, amante dos pobres, se fazendo um de nós, assumiu a fragilidade humana e nos salvou…”

O Frei disse: “o tempo do Advento marcado pelos quatro domingos, de uma expectativa bonita, criativa, não aquela expectativa, ‘será que vem? Será que será?!” e comparou de modo descontraído a situação que os times de futebol, Vasco e Fluminense, estavam no domingo, na incerteza de “será que a gente vai escapar, será que vai acontecer hoje a tarde a salvação do nosso time? Essa espera é incerta. E eu diria até, não espera muito não, essa espera é incerta. Mas a espera do Advento, esta não. Ela é firmada na certeza que Deus veio, Deus continuará vindo habitar no coração de todos os homens e de todas as mulheres que cultivam a boa vontade. A certeza que Deus está conosco. Essa caminhada portanto, qualifica a nossa espera e o nosso comprometimento, quatro semanas que teremos para purificar o nosso desejo, a nossa vontade…”

Por fim, Frei Paulo falou da importância da Liga Católica Jesus, Maria e José. “A Liga Católica surgiu para dar testemunho, para afirmar a identidade do povo cristão católico. E se nós temos inimigos a combater não vamos imaginar inimigos longe de nós que nos ameaçam, mas nós temos em nós algumas coisas que nos impedem. O nosso egoísmo, a nossa insensibilidade, a nossa intolerância, o nosso medo, a nossa vergonha de testemunhar, tudo isso são inimigos a serem vencidos. O Advento nos ajuda a vencermo-nos a nós mesmos. Por isso, por feliz graça da bondade de Deus, nós iniciamos o tempo do Advento reunidos aqui com todos os liguistas, homens, mulheres, jovens e crianças que querem testemunhar Jesus Cristo no serviço à família, no serviço ao mais pobre”, finalizou.

Assista a celebração na íntegra abaixo

Santa Missa – Romaria das Ligas Católicas

SANTA MISSA AO VIVOPaz e Bem! Bom dia!Acompanhe a Santa Missa da Romaria das Ligas Católicas do Espírito Santo ao vivo, direto do Campinho do Convento.Celebramos também o 1º Domingo do Advento.

Posted by Convento da Penha on Sunday, December 2, 2018

Confira a galeria de fotos abaixo

Faltam

128Dias 18Horas 36Min 35Seg

para a Festa da Penha 2019

Saiba mais

Facebook