Eventos Notícias

Festa de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil

Paz e Bem!

Na próxima sexta-feira (12 de outubro), celebramos a grande festa de Nossa Senhora Aparecida, Mãe, Rainha e Padroeira do Brasil. No Convento da Penha, serão realizadas Missas Solenes em honra à Padroeira. Pela manhã, todas as celebrações serão na Capela do Convento, às 06h, 07h30, 09h e 11h. Já à tarde, às 15h30, a Missa será no Campinho.

Além do amor e do infinito carinho que os brasileiros tem pela Mãe de Deus, sendo feriado nacional, todos são chamados a participar das homenagens e agradecimentos pelas bênçãos recebidas sob a intercessão de Nossa Senhora Aparecida. Este ano, o pedido é mais intenso ainda, principalmente pelo delicado e difícil momento que o país vive, sobretudo com as crises políticas e sociais. Mais que chamados, somos convocados à celebrar e clamar ao Senhor pelo nosso Brasil, pelos nossos governantes, pelas tristezas e angustias, pelos 13 milhões de desempregados, pelos pobres, sofredores, negros, enfim, por tudo que nosso Brasil vive. Rezemos para que a Senhora de Aparecida interceda e olhe pelo povo brasileiro, rogue a Deus pela nação brasileira.

Será um momento belíssimo de devoção e homenagens à Mãe do povo brasileiro, Nossa Senhora do Brasil.

Venha participar!

A HISTÓRIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Em 1717, quando da visita na Vila de Guaratinguetá do governador da Capitania de São Paulo e Minas, foi ordenado aos pescadores que recolhessem do Rio Paraíba a maior quantidade possível de peixes, para que toda a comitiva pudesse ser alimentada e festejada com uma grande recepção. Todos se lançaram às águas com suas redes. Três deles, Domingos Garcia, João Alves e Felipe Pedroso partiram juntos com suas canoas e juntos também lançaram as redes por horas e horas, sem pegar um único peixe. De repente, na rede de João Alves apareceu o corpo da imagem de uma santa. Outra vez lançada a rede, e a cabeça da imagem vem também para bordo. A partir daí, os três pescaram tanto que quase afundaram por causa da quantidade de peixes.

A pesca, milagrosa, eles atribuíram à imagem da santa. Ao regressarem foram para a casa de Felipe Pedroso e ao limparem a imagem com cuidado, viram que se tratava de Nossa Senhora da Conceição, de cor escura. Então fizeram um pequeno altar dentro da casa, onde passaram realizar suas orações diárias. A novidade se espalhou e todos da vizinhança acorriam para rezar diante Dela. Invocada pelos devotos como “Nossa Senhora Aparecida” das águas.

A devoção foi crescendo no meio do povo e muitas graças foram alcançadas por todos aqueles que rezavam diante da imagem. Eram tantos os devotos que iam ao local, que em 1732, a família de Felipe construiu o primeiro oratório. Mas a fama dos prodigiosos poderes de Nossa Senhora Aparecida foi se espalhando até atingir todos os recantos do Brasil. Assim foi necessário então construir uma pequena capela em 1745 no Morro dos Coqueiro. Em 1888 houve a bênção do primeiro templo que existe até hoje, conhecido como “Basílica Velha de Aparecida”.

Atualmente são milhões de peregrinos, de todos os estados do país e de vários lugares do planeta, especialmente das Américas, que ao longo do ano visitam a Casa da Mãe Aparecida. A atual Catedral-Basílica de Nossa Senhora Aparecida, conhecida como “Basílica Nova” foi consagrada pessoalmente pelo Papa João Paulo II, em 1980, em sua primeira Visita Apostólica ao Brasil.

Quanto ao amor do nosso povo por Maria, em 1904 a imagem foi coroada, simbolizando a elevação da Senhora como eterna “Rainha do Brasil”, “Mãe do Brasil”, com todo o apoio popular chamada de “Nossa Senhora do Brasil”. A coroa foi oferecida pela princesa Isabel. Foi também por aclamação popular e a pedido dos Bispos brasileiros, que em 1930 o Papa Pio XI proclamou solenemente Nossa Senhora Aparecida a “Padroeira Oficial do Brasil”. O dia de sua festa, 12 de outubro, desde 1988 é feriado nacional.

Saiba mais

Facebook