Festa da Penha atinge auge nos próximos três dias

Moacir Beggo

Vila Velha (ES) – Nos próximos três dias, a Festa da Penha atingirá o seu auge. A partir deste sábado (14/04), espera-se, como nos anos anteriores, uma manifestação de fé sem precedentes no Brasil. A começar logo cedo, 7 horas, quando a Romaria da Diocese de São Mateus sobe em direção ao Convento e termina solenemente com a santa Missa no Campinho. Enquanto isso, no Parque da Prainha acontece a Romaria das Pessoas com Deficiência e celebração eucarística. À tarde, às 14 horas, é a vez da Romaria da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim subir a colina de Nossa Senhora, participando do Oitavário e da santa Missa. E, finalmente, às 19 horas tem início a Romaria dos Homens, que deve reunir cerca de 200 mil pessoas no percurso da Catedral ao Parque da Prainha. A última celebração eucarística acontece a partir das 23 horas.

Segundo guardião do Santuário e Convento da Penha, Frei Waldecir Schwambach, são momentos de muita fé. “Serão três dias intensos de romarias, missas, atendimentos e de muita devoção. São estes os dias em que muitas pessoas de diferentes cidades do Estado do Espírito Santo, as mais longínquas, vêm ao Convento da Penha. São nestes últimos dias, por exemplo, que participam da festa, as dioceses do Estado: São Mateus, Colatina e Cachoeiro de Itapemirim. Passarão pelo Convento, também, pessoas que virão de outros Estados brasileiros, como Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, para citar apenas alguns. Cada devoto traz um motivo para agradecer ou para pedir à nossa Padroeira”, adianta Frei Valdecir.

Devoção é o que se viu também durante os seis dias da Festa na grande celebração diária no Campinho. O tempo ajudou e o povo fez uma bonita festa nestes primeiros dias do Oitavário. Nesta sexta-feira (13/04) não foi diferente. A área pastoral da Grande Vitória foi responsável pela celebração eucarística no Campinho.

Antes, às 14h30, Frei Atamil Campos presidiu Oitavário, enquanto Frei Florival Mariano fez a animação com o grupo de músicos. Neste dia, os frades pediram para que as pessoas trouxessem alimentos não perecíveis para as famílias carentes cadastradas no Santuário do Divino Espírito Santo. O povo foi generoso e deu uma grande demonstração de solidariedade.

Como aconteceu durante todos os dias no momento devocional, nesta sexta foi lembrada a aparição de Nossa Senhora das Graças. A celebração teve um momento especial quando a Romaria dos Militares chegou ao Campinho.

A celebração eucarística foi presidida pelo Pe. Carlos Antônio Conceição, da Paróquia São Pedro, de Vila Rubim, em Vitória. Ele também voltou a falar da violência que coloca o Estado do Espírito Santo nas primeiras posições do ranking nacional e lamentou que tantos jovens estão perdendo a vida por causa do tráfico que cresce assustadoramente na sociedade capixaba.

Pe. Carlos, contudo, lembrou que Maria é o exemplo para enfrentar os desafios. “Nós vamos até Maria, até os seus braços, em busca de respostas para os desafios e em busca de forças para erradicar a violência deste belíssimo estado que leva o nome do Espírito Santo. Nós precisamos resgatar a dignidade deste nome”, conclamou. Por último pediu a intercessão de Maria pelo povo capixaba para que “sejamos todos juntos promotores da paz”.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DESTE SÁBADO

Tema do dia: “Não sejais duros de coração, escutai a Palavra do Senhor!”

Missas na Capela: 6h, 7:30h e 11 horas

8h00: Campinho – Missa da Diocese de São Mateus

9h00: Prainha – Missa das pessoas com deficiência

14h30: Oitavário no Campinho

15h00: Missa da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

19h00: Saída da Romaria dos Homens na Catedral

23h00: Prainha – Missa de encerramento da Romaria dos Homens

 

Compartilhe e evangelize:

Imprimir
Copyright © 2017 Franciscanos.org.br - Todos os direitos Reservados.