Notícias NOTÍCIAS DA FESTA

Dom Dario pede homens e mulheres renovados

Compartilhe esta notícia:

Moacir Beggo

Vila Velha (ES) – “Irmãos e irmãs, vivemos um momento da história que precisa urgentemente de mulheres e homens renovados, fortalecidos pela força do Espírito Santo e imbuídos dos valores do Evangelho”, disse Dom Dario Campos, Arcebispo de Vitória, durante a Missa de encerramento do Oitavário da Festa da Penha e da Romaria das Mulheres, neste domingo (28/4), às 17 horas, no Parque da Prainha, que acolheu 80 mil devotos, especialmente as devotas de Nossa Senhora da Penha.

A Romaria saiu às 16 horas do Santuário do Divino Espírito Santo e chegou à Prainha por volta das 17h00, recebida pelos frades e Dom Dario.  Frei Valdecir Schwambach, o ex-guardião do Convento da Penha e pároco em São Paulo, presidiu o último Momento Devocional Franciscano até a chegada da imagem em procissão. O Vigário Provincial, Frei Gustavo Medella, se revezou na animação do povo devoto na Prainha. Um pouco antes, o público viu uma belíssima apresentação do Coral da Arcelor.

Desta vez, os organizadores distribuíram lenços brancos em lugar dos balões coloridos, numa atitude educativa para preservar o meio ambiente. A solução deu certo e deixou a Celebração Eucarística mais bonita. “Saúdo a todos com grande alegria, aqueles que saíram do Santuário e aos que se juntaram à nossa Romaria ao longo do caminho, àqueles que vieram de perto ou de longe, convocados pela fé e pelo amor a Nossa Senhora da Penha”, acolheu Dom Dario.

Segundo o Arcebispo franciscano, nestes dias de grande alegria, devotos e devotas da Virgem das Alegrias, a Senhora da Penha, se tornam, homens e mulheres, peregrinos rumo à Casa da Mãe. “Casa na qual fomos acolhidos e, como uma família na fé, nos encontramos com o Filho Amado do Pai, Nosso Senhor, o Ressuscitado. Nesta Romaria das Mulheres, todas vocês trazem no coração e nas orações as suas famílias, seus esposos, seus filhos, as situações vividas, bem como, os pedidos de graça e bênçãos. Hoje, nos reunimos, mulheres e homens, como a Família de Jesus de Nazaré, pois como ele mesmo disse: Todo aquele que cumpre a vontade do meu Pai é meu irmão, minha irmã”, exortou Dom Dario.

“Hoje, na conclusão da Romaria das Mulheres, sei que muitas famílias se fazem presentes, isto é, mulheres, homens e crianças, todos convocados, pelo Amor que temos à Virgem Maria, à escuta da Palavra de Deus. De fato, a exemplo do que se realizou com os discípulos e com Tomé, o Senhor também deseja, ardentemente, transformar os nossos corações, a fim de que tornemos, por meio de sua graça, verdadeiros discípulos e discípulas missionários. Mulheres e homens cheios de coragem e vigor, capazes de dar um testemunho fiel da fé que professam e realizarem na vida, a exemplo de Maria à vontade de Deus. Porém, a exemplo do que ouvimos no relato do Evangelho, somente seremos transformados nesses novos homens e mulheres, quando fizermos a nossa experiência com o Ressuscitado. O que garantirá que o nosso testemunho seja fecundo e o nosso anúncio possa ser causa de renovação da sociedade em que vivemos”, indicou Dom Dario.

Para ele, vivemos num momento da história que precisa urgentemente de mulheres e homens renovados, fortalecidos pela força do Espírito Santo e imbuídos dos valores do Evangelho. “Enviados para a missão de fazer desse mundo um lugar mais de Deus e, por isso, a Casa Comum para todos os seus filhos e filhas. Não podemos, pela fé que professamos, permanecer com os olhos fechados e insensíveis às muitas contradições ainda presentes em nosso meio. Situações que podem roubar a vida e a esperança de crianças e jovens, mulheres e homens, marcados pela dor da violência e do descaso do poder público. As dores dos homens e das mulheres, das crianças, jovens e idosos, desse tempo em que vivemos devem ser também as dores de cada um de nós, chamados a ser discípulos de Cristo”, pediu.

 

“Devemos, irmãs e irmãos, nos deixar tocar pela força do Espírito Santo, que comunica o vigor da Ressurreição do Senhor a todos nós, a fim de que nos abramos à Esperança de um mundo novo. Marcado pelos valores do Evangelho e pela construção coletiva de todos os que trazem nos corações o desejo de ver surgir, no horizonte de nosso Estado, a fraternidade e a paz, sinais do Ressuscitado. Ao sairmos daqui, levemos nos corações o mesmo compromisso e missão que Jesus confiou aos seus discípulos, isto é comunicar a todos a sua presença e os valores do reino”, disse.

“Que a exemplo de Maria, vocês, minhas irmãs, sejam sempre fiéis aos apelos do Senhor, capazes, com a graça de Deus, de comunicar nas vossas casas e famílias o que de Deus sempre recebem”, aconselhou.

MENSAGEM DO MINISTRO PROVINCIAL

Dom Dario, sempre muito fraterno, convidou e apresentou o Ministro Provincial, Frei César Külkamp, e lhe pediu que deixasse uma mensagem nestes momentos finais da Festa da Penha.

“Caro confrade, Dom Dario, nosso Pastor. É com muita alegria que, pela primeira vez, neste serviço de Ministro Provincial, participo da Festa da Penha. E, neste ano, com a temática: ‘Eis a serva do Senhor’. Então, quero pedir muito a vocês, como peço à Virgem da Penha, que essa dimensão do serviço seja forte entre todos nós, franciscanos, entre todos os cristãos e cristãs, franciscanos na alma. Nós somos muitos felizes por servir aqui, nesta Igreja de Vitória, de servir ao povo capixaba, em especial nesta montanha consagrada pela presença da veneração à Virgem da Penha, a Nossa Senhora das Alegrias. Os franciscanos estão aí para consagrar a sua vida nessa devoção, nessa dimensão de serviço que Nossa Senhora tanto nos ensina como a discípula mais fiel de seu Filho Jesus Cristo. E, hoje, estamos tendo este belo testemunho de  milhares e milhares de mulheres que contemplam e se identificam com o rosto amoroso, terno, da Virgem da Penha. Nela, identificam também as suas próprias angústias e sofrimentos, como ao ter seu coração transpassado de dor e ao receber o corpo de seu filho morto aos pés da cruz. Mas apesar de tudo isso, ela nos ensina que a ternura e o amor são necessários. Nos fazem caminhar com mais força adiante. E é isso que testemunhamos também no exemplo, na dedicação de tantas e tantas mulheres presentes na vida de cada um de nós. Que Maria interceda hoje, por todas as mulheres aqui presentes, por todas as mulheres que animam na nossa caminhada de fé, na nossa vida!”

AGRADECIMENTOS

Frei César agradeceu carinhosamente Dom Frei Dario “por nos permitir servir a esse povo querido” nesse estado. “Agradeço também a acolhida de tantas pessoas pela presença franciscana aqui há tanto tempo nessa terra e com a expressão muito forte da nossa Província, especialmente da devoção à Virgem, ela que é também a Rainha de todos os franciscanos. São Francisco de Assis consagrou a própria Ordem Franciscana a Nossa Senhora. Por isso, queremos lhe confiar esta vida e missão de nossos frades espalhados por todo nosso Brasil. Quero agradecer aqueles que vêm servir nessa terra como franciscanos. Cabe um agradecimento por esse empenho tão grande nessa Festa da Penha. Mais uma edição com suas celebrações, romarias, com a presença de tanta gente, de tanto devotos de Nossa Senhora da Penha. É um momento de comunhão muito grande entre nossas Igrejas, aqui do Espírito Santo, com os Franciscanos e com um exército de pessoas que se dedicam para que tudo aconteça da forma tão bonita como está acontecendo. Deus seja louvado pelo empenho, pela dedicação de todo esse seu povo querido!”, disse Frei César.

A celebração terminou com uma representação da Anunciação do Anjo a Maria, com os jovens do Santuário do Divino Espírito Santo.

O Dia da Padroeira começa com celebrações no Convento da Penha à meia-noite, depois às 2, às 6, às 9 e às 12 horas. No Campinho, a primeira celebração é às 7 horas, com a Missa da CRB e Seminário; 8 horas, a Romaria dos Ciclistas na Prainha; 9 horas, a Romaria dos Conguistas; às 10 horas, Missa das Pastorais Sociais e, às 16 horas, a Missa de Encerramento da Festa.

VEJA MAIS IMAGENS DA ROMARIA E DA CELEBRAÇÃO

 

Eventos

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹ago 2019› » 

Saiba mais

Facebook