Formação Notícias

2º Dia do Tríduo de Santa Clara: “O amor de Clara pela Eucaristia”

Compartilhe esta notícia:

Paz e Bem!

Dezenas de fiéis participaram, na tarde de hoje (08/08), do 2º Dia do Tríduo em preparação para a Festa de Santa Clara de Assis. Com mais um relato sobre a vida da Padroeira da televisão e de seus profissionais, os devotos que subiram à Capela do Convento, foram acolhidos pelo Frei Pedro Engel, que apresentou o tema para reflexão: “Santa Clara e o Cristo Eucarístico”. Também neste dia, a Liturgia faz memória de São Domingos, missionário incansável, responsável pela criação da Ordem dos Dominicanos.

Frei Pedro de Oliveira Rodrigues presidiu a Santa Eucaristia. Após uma breve fala inicial, o frade conduziu os momentos celebrativos e falou da importância de São Domingos, que assim como Clara de Assis, era companheiro e amigo de São Francisco de Assis.

“Nos preparando para celebramos a Festa de Santa Clara, que era companheira de São Francisco de Assis, fundadora da Ordem das Clarissas; hoje ouvimos no texto selecionado (na Liturgia da Palavra) o amor de Clara pela Eucaristia, pelo Cristo Eucarístico, sua atenção e seu cuidado. Mesmo estando debilitada, abatida, cansada, quase impossibilitada de caminhar, mesmo assim, a Eucaristia era seu remédio, seu alimento, sua força. Clara era uma mulher de fibra, que para sua época era pouco comum. Abandonou toda riqueza, renunciou título de nobre para assumir fazer da pobreza sua maior riqueza. Dentre os fatos desta grande mulher, ela é uma mulher contemplativa, contemplativa. Ela contemplou e agiu. É preciso contemplar e partir para ação, como ela fez… Santa Clara teve uma vida marcada pela oração, pela dedicação, pelo amor ao Cristo Eucarístico”, começou explicando Frei Pedro de Oliveira.

“A Cidade de Assis, assim como sentiu com a partida de São Francisco de Assis, em 11 de agosto de 1253, sentiu também com a partida de Clara para junto do Pai, onde ela entregou seu espírito ao Senhor num humilde dormitório em um Convento na cidade… No Evangelho de hoje, Jesus diz que devemos ser sal. Sal que dá sabor, que realça o sabor, que dá qualidade.” Frei Pedro ainda explicou o porque de Santa Clara ter sempre um Ostensório em suas mãos. “Narra a história que um grupo de homens malfeitores tentou invadir o Convento onde as irmãs moravam. Eles ameaçaram romper os portões e acusar um grande dano às mulheres que ali estavam, no entanto, quando eles se aproximam da entrada e começam a forçar o portão, Santa Clara pega o Ostensório e ergue, neste momento, todos caem por terra e fogem correndo. Daí a explicação do Ostensório nas mãos de Clara, mostrando também a força da Eucaristia e da fé desta mulher”.

Eventos

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹ago 2019› » 

Saiba mais

Facebook