Igreja Pelo Mundo Notícias

10 anos da presença franciscana em Colatina, ES

Paz e Bem!

O ano de 2018 é de festa em Colatina, Espírito Santo, pois celebramos 10 anos da presença dos Frades Menores e 10 anos da criação da Paróquia Santa Clara de Assis nesta cidade.

Tudo isso foi lembrado, celebrado e festejado com muita fé e esperança em dois momentos. O primeiro, no dia 4 de agosto, quando Frei Florival Mariano de Toledo apresentou o show “Minha Alegria”. No repertório, músicas religiosas e populares, que contou com a participação de crianças, jovens e adultos das comunidades da Paróquia Santa Clara de Assis e a Escola de Samba Acadêmicos de São Vicente.

Outro momento muito bonito aconteceu no dia 2 de setembro, quando fomos acolhidos para a celebração Eucarística com o seguinte texto recordando um pouco da caminhada paroquial.

“Queridos irmãos e irmãs, celebramos hoje a festa de 10 anos da instalação da Paróquia Santa Clara de Assis em Colatina. Há 10 anos fomos agraciados com a presença da Ordem dos Frades Menores na Diocese de Colatina.

No dia 07/09/2008, na Capela São Vicente de Paulo, o então Bispo de Colatina Dom Décio Sossai Zandonade, presidiu a cerimônia de instalação. A recepção festiva do povo aos primeiros frades: Frei Luiz Flávio Adami Loureiro, Frei João Antunes Filho (Rafa) e Frei Vanilton Aparecido Leme, se estendeu no acolhimento a Frei Paulo Cezar Magalhães Borges, Frei Bruno Vcela, Frei Gilson Kammer, Frei Mário Stein, Frei Arlindo Oliveira Campos, Frei Pedro do Nascimento Viana, Frei Alan Leal de Mattos, Frei Edvaldo Batista Soares e Frei José Raimundo de Souza.

O trabalho pastoral e vocacional dos frades, que aqui passaram nestes 10 primeiros anos, se mostra nos jovens vocacionados que os procuraram para conhecer a vida franciscana, dentre estes vocacionados está Guilherme Plotegher Neto, que está no Noviciado e os aspirantes Rodrigo Charleaux e Paulo André de Moura, que estão aqui em Colatina fazendo a experiência franciscana junto com os frades e todo o povo de nossa paróquia.

Nestes 10 anos de caminhada vários desafios se apresentaram, mas foram superados e pudemos conhecer e conviver com muitos presbíteros, frades, seminaristas e leigos que ajudaram a construir a história desta nova Paróquia.

Neste domingo, damos início ao mês dedicado à Bíblia, que tem como tema: “Para que n’Ele nossos povos tenham vida’. E o lema: “A sabedoria é um Espírito amigo do ser humano”. Confiantes de que esta celebração nos fortalece para seguirmos a lei do amor que vem de Deus e pela intercessão de Santa Clara.”

A celebração e a festa aconteceram na comunidade de Povoação de Baunilha. O bispo diocesano Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias presidiu a celebração de ação de graças e logo no início da celebração acolheu o Vigário Provincial, Frei César Külkamp, Frei Luís Flávio Adami Loureiro, Frei Mário Stein, Frei Edvaldo Batista Soares e os três frades que residem em Colatina: Frei Gilson Kammer, Frei José Raimundo de Souza e Frei Pedro do Nascimento Viana. Dom Wladimir acolheu ainda os ministros e coroinhas de nossas comunidades, todos os paroquianos e todo o povo de Deus que se encontrava para render graças a Deus pelo trabalho na paróquia.

Ao final da celebração, Frei César, em nome da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, agradeceu a Dom Joaquim Wladimir a oportunidade dos frades atuarem nesta diocese e assim ajudar o povo, a Igreja e os frades na construção do Reino de Deus propagando o carisma de São Francisco de Assis.

Frei Luís Flávio lembrou que esta fraternidade e esta paróquia começaram com as bênçãos de Nossa Senhora, pois ele chegou a Colatina no dia 2 de agosto de 2008, dia de Nossa Senhora da Porciúncula e a grande devoção dos capixabas a Nossa Senhora da Penha, por isso Frei Luiz pediu ao então guardião do Convento da Penha, para que na vinda dos frades e da criação da paróquia, a imagem peregrina de Nossa Senhora da Penha viesse até Colatina. O pedido foi aceito e na chegada da imagem na capela de São Vicente de Paulo, muitas pessoas esperavam ansiosas a chegada da imagem e centenas de crianças deram brilho especial à padroeira do Estado. Concluindo sua fala, pediu que o povo e os frades estejam sempre unidos e que em suas orações sempre pede a proteção de Nossa Senhora sobre este povo e esta cidade.

Frei Mário aproveitou para agradecer o carinho que recebeu de todos no período em que morou aqui e esclareceu de que na sua saída ele não “fugiu”, mas simplesmente não conseguiu despedir-se de todos.

Frei José agradeceu a presença daqueles que foram a sua ordenação presbiteral em Bauru (SP) no dia 25 de agosto e pelas orações de todos. Lembrou ainda da importância de Colatina em sua vida, pois neste período fez sua Profissão Solene na Ordem dos Frades Menores, em setembro de 2017, em março de 2018 foi ordenado diácono na catedral de Colatina e há uma semana recebeu a ordenação presbiteral.

Frei Pedro destacou Colatina como local da graça de Deus, como terra prometida onde o povo busca salvação e caminha sempre na vivência dos mandamentos de Deus.

Frei Gilson afirmou que nestes 10 anos, todos os frades buscaram servir o povo da melhor maneira possível, mas pela fraqueza e miséria humana não conseguiram atendê-lo do jeito que merecem e por isso, pediu perdão ao povo, e pediu que o povo estivesse sempre ao lado dos frades, pois somente deste modo formamos verdadeiramente uma paróquia com as características franciscanas da alegria, do acolhimento e da simplicidade.

Dom Joaquim Wladimir agradeceu a presença dos franciscanos e do trabalho que realizam na Diocese. E ainda falou que neste mês da Bíblia, a Diocese está fazendo uma campanha de doação de bíblias para a Pastoral Carcerária. Cada pessoa pode doar bíblias que depois serão entregues aos detentos dos presídios que estão no território da Diocese. A Diocese de Colatina é formada por 17 municípios, com 31 paróquias e aproximadamente 600 mil habitantes.

A festa continuou com um delicioso almoço e durante toda a tarde as pessoas puderam lembrar dos frades, pessoas e eventos que marcaram estes 10 anos com uma Exposição Fotográfica. Teve ainda o espaço para a Pastoral da Ecologia expor seus trabalhos. A Pastoral Vocacional também marcou presença com um lindo espaço lembrando o carisma franciscano. E teve muita festa com música, danças, sorteios e leilões.

A Fraternidade Santo Antônio de Santana Galvão agradece a todos que ajudaram com doações, trabalho, presença e apoio. Santa Clara de Assis abençoe a todos.

Frei Gilson Kammer

Com informações do site franciscanos.org.br

Saiba mais

Facebook